• +(011)992413934
  • contato@missaoempreendedora.net.br

Tag Archives: Automação Industrial

A automação dos processos de produção,diminui a necessidade de mão de obra humana

Como consequência da mecanização, o contingente de trabalhadores desempregados foi aumentando, os postos de trabalho foram mudando e para esses novos postos, a mão de obra convencional não é considerada mais qualificada. Como a maioria desses trabalhadores pertence às classes sociais mais vulneráveis e proveem uma importante parte do sustento de suas famílias, temos aqui um grande impacto na realidade social. Observe como os reflexos da inovação tecnológica refletem na realidade político-econômica, ao considerarmos a questão social do desemprego. Vemos também que o processo de globalização, tanto da produção quanto da comercialização, também influencia diretamente a questão social em uma cadeia.

As maiores empregadoras são as grandes indústrias multinacionais que possuem tecnologia mais avançada e competitividade, porém estão reduzindo seus quadros de funcionários, justamente por adquirirem tecnologia mais autônoma. Por outro lado, essas multinacionais tornam a concorrência insustentável para indústrias pequenas e de médio porte, que ao fecharem as portas, dispensam milhares de funcionários, contribuindo para o aumento de trabalhadores desempregados.

As multinacionais, em geral, buscam estabelecer seus pátios de produção em países onde a mão de obra é mais barata e o escoamento por meio de portos é mais fácil. No entanto, a riqueza gerada pela produção é, muitas vezes, direcionada para suas sedes localizadas nos países desenvolvidos. Dessa forma, a globalização da produção em muitos casos não contribui para o desenvolvimento político-econômico dos países subdesenvolvidos nos quais as multinacionais se instalam.

Na realidade, esse cenário de competitividade entre as empresas e o excesso de mão de obra ociosa, acaba por criar subempregos, ou seja, situações nas quais o trabalhador aceita receber pouco, ou trabalha apenas algumas horas por dia ou semana, ou ainda trabalha sem direitos garantidos. É preciso entender que dentro do processo produtivo, da matéria-prima até o produto final, o que gera riqueza é a manufatura do produto, sua construção enquanto bem de consumo. Sendo assim, os empregos gerados nos demais setores da cadeia econômica, tais como de serviços e vendas, por exemplo, são dependentes desse elo inicial da cadeia.

Todo o arranjo político-econômico tem o Estado, suas agências reguladoras e de assistência social como fontes de regulação que atuam desde as leis sobre produção, importação, exportação e comercialização, até o que os trabalhadores, empregados ou não, recebem do poder público.

O futuro são das máquinas e como fica o trabalhador? Será que existe uma opção para que possamos equilibrar o mercado de trabalho e gerar renda?

Continue Lendo….

MANUELDOLIVEIRAFILHO
1