• +(011)992413934
  • contato@missaoempreendedora.net.br

SEBRAE INCLUI MARKETING MULTINÍVEL EM SUA PROGRAMAÇÃO

SEBRAE INCLUI MARKETING MULTINÍVEL EM SUA PROGRAMAÇÃO

O SEBRAE está fazendo consultoria para empresas de pequeno porte que desejam adotar o MMN como formato de negócio.

Mais do que isso, está preparando estudos sobre o segmento, treinando e formando consultores e abrindo em sua grade especialização no assunto, através de uma coordenadoria.

Como sa sabe, o Brasil possui mais de 13 milhões de pessoas estão desempregadas no Brasil, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Sem expectativas de conseguir carteira assinada, muitos trabalhadores apostam em nichos de mercado como alternativa de renda. Um deles é o marketing multinível, modelo que trabalha com a criação de uma rede. No ano passado, ele registrou R$ 40,4 bilhões em negócios.

Esse tipo de negócio consiste em oferecer produtos ou serviços diretamente ao consumidor, presencialmente ou pela internet. Entre suas vantagens, está o menor número de intermediários entre quem produz e quem consome, com base nos relacionamentos pessoais. “Funciona como uma rede. Família, amigos e conhecidos tornam-se clientes, tanto para comprar quanto para convidar outras pessoas. Nesse caso, a rede ganha uma comissão”, explica a analista do Sebrae Minas Andreza Capelo.

Outro ponto positivo desse tipo de negócio é o investimento mínimo, o que facilita o início das operações. “Não precisa investir em infraestrutura, não assume o pagamento de salários dos empregados que participam das tarefas administrativas da empresa e nem arrisca seu capital montando um grande negócio.

Antes de aceitar o convite de uma empresa, pesquise se o negócio é marketing multinível ou um modelo de pirâmide (que é ilegal no Brasil).

Algumas diferenças importantes:

O foco da pirâmide é basicamente o recrutamento de novos participantes. O marketing multinível visa distribuir produtos. Na pirâmide, há casos em que os produtos ou serviços sequer existem no mercado.

Em suas reuniões, o treinamento não é voltado para a venda/consumo, e sim para o recrutamento, sendo que o faturamento individual se baseia basicamente no número de pessoas recrutadas para a rede.

Leia também…

MANUELDOLIVEIRAFILHO
MANUELDOLIVEIRAFILHO

Leave a Comment