• +(011)992413934
  • contato@missaoempreendedora.net.br

Daily Archives:1 de dezembro de 2017

AS 5 CARACTERÍSTICAS DE BASE PARA SER UM EMPREENDEDOR

 

O empreendedor deve ser um visionário: é necessário treinar a visão para vislumbrar seu negócio e sua vida nos próximos 10, 15, 20 anos

Dentre algumas características do empreendedor vou citar as cinco principais que norteiam o empreendedor e necessário é a sua estrita observância e desenvolvimento para ter um negócio de sucesso, vejamos:

Visionário: É quem vê o que a maioria não veem, e nesta visão aguçada voltada a negócios o empreendedor encontra oportunidades nas coisas mais diferentes e estranhas, mas que podem transformarem-se em novos modelos de negócios. É necessário treinar a visão para vislumbrar seu negócio e sua vida nos próximos 10, 15, 20 anos, e para persistir mesmo quando todos ao seu redor o acharem um lunático. E, além de ter, também saber compartilhar essa visão com sócios, fornecedores, colaboradores, investidores e clientes.

Assumir Riscos: Quebrar barreiras do medo e a capacidade de administrar riscos é intrínseca ao perfil do empreendedor, mas, diferentemente daquele tipo de risco inconsequente, o risco assumido nos negócios deve ser baseado em pesquisa, análise, planejamento e objetivos claramente definidos. Sem risco, nem há chance de sucesso. O empreendedor precisa ter o poder de decisão para fazer escolhas, traçar estratégias, calcular os riscos na medida certa – nem muito e nem pouco, e lançar-se nas ações humanas coerentes rumo a grandes possibilidades do sucesso. Assumir Riscos Calculados é diferente de prazer por “riscos ao leo” -e isso é inconsequência que o levará ao fracasso.

Relacionamentos: É fundamental para o empreendedor e futuro líder do negócio a capacidade de estabelecer bons relacionamentos. Isso significa manter uma rede de contatos produtiva e genuína, pois informações relevantes, mentoria entre amigos empreendedores é necessário para o crescimento. Também significa saber relacionar-se de forma adequada com seus colaboradores e comunidade onde atua, gerando um ambiente de cooperação e resultados positivos.

Persistência: O empreendedor deve ter uma dose altíssima e praticar a persistência para enfrentar os desafios do negócio, para vencer de forma inovadora a concorrência, para lidar com clientes problemáticos, aquele colaborador “meio perdido no mundo da lua” e para enfrentar crises e sobreviver no médio e longo prazo. E, lembre-se de jamais confundir persistência com teimosia, pois persistir reforma inteligente é necessário e produz-se muito.

Planejamento: Planejar para o futuro e antever-se aos fatos é primordial para o negócio dar certo, a capacidade para definir metas e objetivos com clareza, criar planos de ação, definir indicadores, manter registros financeiros para tomada de decisões e gerenciar o tempo nessa jornada é necessário.

Existem outras características para o empreendedor desenvolver incessantemente, porém, estas cinco são necessárias para ter empreendedorismo no seu negócio. Todas estas características podem serem desenvolvidas no dia a dia, em treinamentos, observando empreendedores ou mentores, sendo o que não pode ser replicado e deve nascer de dentro de você é a paixão pelo negócio, pois se você nem gosta do que faz dificilmente entrará no ciclo da prosperidade. O empreendedor ama tanto o que faz, que no domingo por volta das 23 horas, está todo feliz por poder ir para a empresa no dia seguinte promovendo e orquestrando seu negócio para crescer. Essa automotivação o ajuda a ser melhor a cada dia, a persistir, a ter mais visão e a assumir riscos calculados com maestria.

PRIMEIROS PASSOS DE UM EMPREENDEDOR – FLÁVIO AUGUSTO – GV

MANUELDOLIVEIRAFILHO

NOVA LEI PARA A VENDA DIRETA E MARKETING MULTINÍVEL SERÁ ENTREGUE AO CONGRESSO NACIONAL

Dia 27 de Fevereiro, será realizado uma audiência e debate Público, na Câmara dos Deputados, cumprindo o regulamento eletivo, antes da entrega oficial do Projeto Lei, que irá regulamentar a Venda Direta no Brasil.

Criada pela Abranetwork, com apoio de alguns dos maiores líderes e especialistas do país, o Projeto de Lei, já conta com apoio de importantes Partidos Políticos do país, além claro de Deputados Federais.

Conforme Claudio Di Lucca Presidente da Abranetwork e principal criador da lei, “em função do poder financeiro, comercial, logístico, empresarial, comercial, tributário, político, social e trabalhista, não dá mais para não profissionalizar e legitimar essa fantástica indústria.

A Lei irá resolver em caráter definitivo, as questões que envolvem a legitimidade do negócio de MMN. Isso irá acabar com as dúvidas que pairam na cabeça de muitas pessoas por desinformação ou mesmo ignorância sobre o tema.

A lei americana e colombiana serviram de base para o projeto de lei, com adaptações que nosso mercado exige.

Será considerada empresa de risco, aquela que obtiver 60% de seu faturamento e receita, oriundo de adesões de pessoas e as que não oferecerem de forma transparente, balanço anual.

Pela Projeto de Lei, todas as empresas deverão seguir o Código de Defesa do Consumidor e o Código de Defesa do Empreendedor.

Não será mais possível, empresas cancelarem contratos de forma unilateral e herdarem a posição do empreendedor excluído. Existem regras próprias e bem detalhadas no Código citado acima.

Os problemas fiscais, por transporte interestadual não existirá mais. Impostos, Tributações e Bitributações terão clareza no regimento de definição.

Questões trabalhistas serão de fácil entendimento para as partes e empresas não poderão exigir exclusividade por parte do empreendedor.

A lei fundamenta as empresas de MMN legítimas de empresas fraudulentas, para que a punição aos criadores e participantes seja mais efetiva.

Iremos divulgar oportunamente, a data e hora do Debate Público.

Leia Também…

MANUELDOLIVEIRAFILHO

POR QUE AS PESSOAS DESISTEM?

Qual a razão de as pessoas não realizar seus projetos? Há algum fator comum, ou fatores comuns, que fomentam essa acomodação e desistências?

As pessoas desistem das coisas por uma série de motivos. Medo, insegurança, acomodação, erros do passado, crenças erradas, por que querem os resultados rápido demais, por não darem valor ao que já possuem, dentre outras coisas.

Mas, o que mais preocupa é quando começam a justificar a falta de vontade em buscar o que querem, sonham e merecem, por que têm estes ou aqueles problemas. Afinal, quem não tem algum tipo de problema?

Percebo que um ponto em comum das pessoas que desistem, é o fato de terem uma visão deturpada da vida, dos acontecimentos, o que as faz entrar num ciclo de arranjar desculpas e não soluções.

Não ousam mais, não se arriscam, e criam justificativas para toda vez que alguma coisa dá errada. A maioria não assume a culpa por nada, e acaba atribuindo essa culpa a alguém, a algum setor da economia, à política, e até a Deus.

Elas entram numa rotina de conformismo que as impede de mudar até um armário de lugar. Se conformam em sofrer, em apanhar, em brigar todos os dias, em receber pouco, sem notarem que tudo aquilo com o que se conformam, acaba virando a realidade de todos os dias, levando-as a um dia desistirem de lutar pelo que querem, sonham, precisam e merecem.

Elas enraízam as verdades erradas que aprenderam como se fossem indiscutíveis, imutáveis. Sempre encontram uma explicação para o que dá errado, em vez de procurarem uma para fazer dar certo.

Outra questão comum é que as pessoas que desistem, o fazem por remoerem demais o passado. Os erros se cristalizam de uma forma impressionante, e elas se tornam inflexíveis quando alguém diz que um erro pode ser visto como uma lição, e que se deu errado uma ou duas vezes, não significa que dará errado novamente.

Em vez de se tornarem fortes para seguir em frente, preferem se fechar para as novas oportunidades em razão dos velhos erros. Quem quer vencer na vida tem de ter a consciência de que nunca erra. Afinal, só há erros quando não existem lições e aprendizado.

Também noto que as pessoas que param com seus projetos e engavetam seus sonhos, fazem isso porque não sabem aproveitar o que já conquistaram. Elas estão sempre de olho no peixe que o pescador do lado pegou.

Dizem que fariam mais se a vida lhes desse mais antes, sem se dar conta de que o sucesso e a felicidade estão no avesso disso: em fazer mais antes de ganhar mais.
Elas casam-se uma, duas, três vezes, porém, sempre estão de olho no marido ou na mulher de alguém, alegando que aquela é sua alma gêmea. Possuem um carrinho velho, porém, ficam furiosas quando o vizinho ou um colega de trabalho aparece de carro novo, e dizem que se tivessem um carro melhor aí sim seriam felizes.

Pulam de galho em galho profissionalmente, sem perceber que o problema não é o galho em que se penduram, mas a falta de dar resultados consistentes para a empresa, e de valorizarem o cargo, o salário que têm, para então, no dia em que pularem, que seja para um galho mais alto, e não para quebrar o galho no qual estavam.

Quando não se sabe agradecer pelo que já se tem, corre-se o risco de tornar-se uma pessoa extremamente ingrata, e o mundo, e as outras pessoas detestam ingratidão. A ingratidão deixa as pessoas amargas, cuja companhia frequentemente é dispensada.
Quem é ingrato, além de se tornar uma companhia indesejada, afasta também as pessoas que poderiam ser peças chaves no sucesso delas, tanto pessoal quanto profissional, pois bons relacionamentos encurtam o caminho para sucesso e para a felicidade.

Por fim, com esse ciclo vicioso de desculpas, medos, convicções erradas, ingratidão, a pessoa acaba retroalimentando todo o processo, e sentindo-se cada vez mais sozinha e impotente. E então o ciclo de desistência se completa, e sempre recomeça.
É profundamente triste, mas funciona dessa maneira, como uma engrenagem que impulsiona para o insucesso e para a infelicidade, embora seja o que as pessoas menos desejam para a vida delas.

E você, quer saber como não desistir, como não parar com seus projetos, mas sim, fazer com que suas metas e objetivos deem certo?

Assista esse palestra do Médico Dr. Roberto Shinyashiki

 

MANUELDOLIVEIRAFILHO

Em Abril sairá a lista das 100 maiores Empresas do Mundo de Vendas Diretas e Marketing Multinível

As empresas de vendas diretas e marketing multinível de todo o mundo já podem se inscrever e fornecer as informações necessárias para participarem do Ranking das 100 maiores empresas do mundo.

Este ranking, organizado pela Direct Salles, é a classificação mais importante do mundo, por divulgar faturamentos e dados reais, contribuindo para a formação de um Ranking confiável.

O evento de divulgação dos resultados, se dará dia 25 de Abril de 2018, no RENAISSANCE DALLAS, no LEGACY WEST HOTEL no TEXAS, EUA.

A data de envio das informações, se encerra dia 17 de Março de 2018.

A MISSÃO EMPREENDEDORA estará informando a cobertura jornalística com as entrevistas dos principais CEOS, Presidentes e executivos do mundo.

Abranetwork concederá Certificado e Selo a empresas Legais e Éticas

 

A Abranetwork irá entregar em Fevereiro de 2018, um certificado e um selo as empresas de MMN e Vendas Diretas que trabalham de forma ética, legal e moral.

O selo será concedido, após avaliações técnicas cujas regras serão divulgadas na próxima semana.

As empresas que desejarem o certificado e o selo, deverão se manifestar solicitando o mesmo a entidade.

As empresas receberão um formulário que serão devidamente analisados.

Algumas empresas serão convidadas a receberem o Certificado que oferecerá mais segurança ao empreendedor e ao mercado.

Leia Também…

MANUELDOLIVEIRAFILHO

FATOS RELEVANTES SOBRE O MERCADO DE MULTINÍVEL

A ostentação atrai o tolo e repele o sábio.

A ostentação é barata. Por isso vende mais.

O problema começa depois que você compra e descobre o que comprou.

O marketing multinível no Brasil não possui uma reputação à altura desta excepcional atividade, como ocorre em outros países, não por causa das empresas, ou dos produtos, nem somente da ignorância, mas por causa dos próprios distribuidores.

Distribuidores que ao invés de venderem a autenticidade preferem vender a ostentação.

Ao invés de oferecerem a oportunidade de trabalho, oferecem o oportunismo desmedido.

Ao invés de promoverem o desenvolvimento, o empreendedorismo, a superação, promovem ganhos exorbitantes quase em um modelo de loteria premiada, como se sorte fosse.

A sociedade está cansada das fantasias, dos discursos feitos, da desconfiança do “bom demais para ser verdade”.

O multinível passará a ser respeitado como deve ser quando seus próprios “profissionais” saírem do amadorismo e, de uma vez por todas, enxergarem o poder e, com isso, a responsabilidade que têm em mãos.

Vender as conquistas, sem a coexistência de trabalho duro, é utopia, alienação e beira o estelionato.

Vender o trabalho duro, sem apresentar as potenciais conquistas, por sua vez é vender algo que ninguém quer comprar.

Encontrar o equilíbrio é necessário e é fácil de encontrá-lo, desde que a verdade e a honestidade sejam as únicas armas dos profissionais de multinível.

Suba com consistência, sem pular etapas, para quando atingir o topo, consiga manter-se lá.

Acredite ou não, a indústria do Marketing de Rede formou muitos Milionários pelo mundo, um deles foi Donald Trump, atual Presidente dos Estados Unidos. Infelizmente no Brasil nossa cultura do Imediatismo faz com que distribuidores trabalhem de forma amadora, prometendo ganhos fáceis sem requerer trabalho e empenho. E isso põe em cheque a credibilidade do MMN fazendo com que as pessoas tenham desconfiança do negócio.  Se você recebeu algum convite para trabalhar com Marketing de Rede (MMN) analise a proposta da empresa e seus produtos. Verifique se a Empresa está associada na ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS DE VENDA DIRETA – ABEVD órgão que fiscaliza as empresas de vendas direta atuando no MMN. Enfim existem muitos subsídios para você estar pesquisando e se informando para ter certeza que esse trabalho é ético, legal e moral, muito diferente de esquemas de Pirâmides Financeiras. Onde nesse modelo não existe produtos ou serviços envolvidos, somente recrutamento. Se quiser trabalhar nesse mercado será um prazer tê-lo(a) conosco, mais informações entre em CONTATO !

 

Manuel D Oliveira Filho – Empreendedor de Marketing de Rede 

 

 

 

 

MANUELDOLIVEIRAFILHO

SÍNDROME DE BURNOUT

Você se sente constantemente depressivo, com uma intensa sensação física e mental de completo esgotamento? Cuidado. Você pode estar sofrendo da Síndrome de Burnout, ou Síndrome do Esgotamento Profissional.

Mais do que apenas uma sensação de cansaço, a Síndrome de Burnout é oficialmente uma doença, com código médico, sintomas documentados, estágios de classificação e tratamento apropriado.

Embora obviamente uma doença não seja algo bom, a Síndrome de Burnout (ou o caminho que leva a ela) pode servir como o empurrão que você precisava para tomar a decisão de mudar de vida de uma vez por todas.

Mudar de vida é uma ideia que encanta nossas mentes. Quem não quer ter mais tempo livre, dedicar-se a uma paixão, viajar pelo mundo, transformar o próprio corpo, conquistar independência financeira ou obter qualquer outro tipo de melhoria?

O problema é que a maior parte de nós evita pensar em uma mudança radical de vida porque temos medo de arriscar o conforto de nossa atual situação. Preferimos esgotar nosso corpo e nossa mente em um trabalho do qual muitas vezes não gostamos, somente para ganhar um salário no final do mês e assim comprar coisas de que não precisamos para impressionar pessoas de quem não gostamos.

Parece insano? Pois é esse o caminho que nos leva à Síndrome de Burnout.

Neste artigo, veremos em detalhes:

  • O que é a Síndrome de Burnout
  • Quais os sintomas da Síndrome de Burnout
  • Como aproveitar a Síndrome de Burnout para mudar de vida

Antes de seguirmos, no entanto, é preciso fazer dois alertas sérios.

O primeiro é que nem todo cansaço físico e/ou mental necessariamente significa que você seja portador da Síndrome de Burnout.

O segundo é que este site, o Google ou mesmo a internet inteira não podem substituir um consultório médico. Se você, ao terminar de ler este artigo, suspeitar de que pode ser um portador dessa doença, procure imediatamente um médico para que ele possa fazer um diagnóstico oficial da sua situação.

Combinado? Então vamos de início entender…

O que é Síndrome de Burnout

 

Em 1974, época de grandes transformações na economia dos Estados Unidos, um médico chamado Herbert J. Freudenberger observou que cada vez mais pessoas procuravam consultórios médicos completamente esgotadas por conta do trabalho.

Elas não estavam simplesmente cansadas, mas sim destruídas física e emocionalmente, a caminho de uma depressão.

Freudenberger chamou essa situação de Síndrome de Burnout, definindo-a, segundo a Wikipédia, como “um estado de esgotamento físico e mental cuja causa está intimamente ligada à vida profissional”.

Com o passar do tempo e a repetição de sintomas e tratamentos, a Síndrome de Burnout acabou sendo classificada oficialmente como uma doença, sendo registrado no Grupo V da CID-10 (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde).

Geralmente essa doença é causada pelo estresse no trabalho, quando as pessoas estão submetidas a chefes tiranos, cargas horárias desumanas ou mesmo quando estão praticando uma atividade profissional da qual desgostam.

Para saber se você tem ou não a Síndrome de Burnout, você precisa de um diagnóstico médico. Mas antes de ir a um profissional de saúde, você pode obter algumas pistas descobrindo…

Os sintomas da Síndrome de Burnout

Se todo mundo que se sentisse cansado ao final do dia sofresse de Síndrome de Burnout, faltariam atestados médicos para dar conta de tantas faltas.

Praticamente todos nós somos submetidos a algum nível de estresse no trabalho. Algumas profissões são mais desgastantes do que outras. Por exemplo, a Síndrome de Burnout em professores é maior do que a média em outras profissões.

O sintoma mais evidente da Síndrome de Burnout é o esgotamento físico e emocional, que acaba se desdobrando em outros sintomas e atitudes negativas, tais quais:

  • Faltas ao trabalho
  • Agressividade
  • Isolamento
  • Alterações bruscas de humor
  • Irritabilidade
  • Problemas de concentração
  • Lapsos de memória
  • Ansiedade
  • Pessimismo
  • Baixa autoestima
  • Dor de cabeça
  • Enxaqueca
  • Cansaço físico
  • Suar demais
  • Palpitação
  • Pressão alta
  • Dor muscular
  • Insônia
  • Crises de asma
  • Distúrbios gastrintestinais

O médico irá fazer o diagnóstico baseando-se não apenas nos sintomas, mas também no seu histórico pessoal e profissional.

Dependendo do grau da doença, o tratamento recomendado pode ir desde coisas mais simples como férias, prática de atividades físicas ao ar livre e exercícios de relaxamento (como meditação ou yoga), até intervenções mais pesadas, como uso de antidepressivos ou psicoterapia.

” O fundo do poço é o melhor lugar para tomar impulso. ~ Dito popular

Se você infelizmente está nesta situação, talvez seja a hora de dar uma parada e repensar a sua vida. Quem sabe fazer do limão uma limonada e aproveitar a doença para dar uma guinada drástica.

Usando a Síndrome de Burnout para mudar de vida

Pense no caminho que o estresse do trabalho está te levando. Mesmo que você ainda não esteja com a Síndrome de Burnout, pode ser que esteja a caminho de tê-la. Ou a caminho de passar o restante da sua vida estressado e infeliz.

Não seria bom aproveitar essa situação para dar uma guinada na vida? Ou, como diz Anthony Robbins, despertar o seu gigante interior?

Todos sabemos que ter um emprego e um salário ao final do mês é algo bom para nos dar um pouco de conforto e segurança.

O problema é que sobrevalorizar a importância do conforto e da segurança pode nos levar a viver de forma reativa em vez de forma ativa.

Ou seja, em vez de fazer planos grandiosos e correr atrás de nossos sonhos com gosto, nós preferimos ficar na zona de conforto. Continuamos trabalhando no mesmo emprego estressante, mantemos o relacionamento que caiu na rotina, “aceitamos” que a vida vai ser aquilo mesmo.

O “aceitamos” fica entre aspas porque sempre ouvimos aquela voz no fundo de nossas mentes sentindo falta de algo mais, não ouvimos? Principalmente quando estamos esgotados física e emocionalmente…

Aquela voz que nos diz que esse não é o tipo de vida que queremos viver. Que quer sempre mais e mais. Que quer que você seja muito mais saudável, que coloque seu corpo na melhor forma possível, que viva um relacionamento intenso e verdadeiro, que viaje o mundo, que aprenda novas habilidades, que ajude as outras pessoas.

Essa voz aparece geralmente quando você está a só consigo mesmo.

Mais do que “você tem Síndrome de Burnout”, o que essa voz tenta nos dizer é que estamos insatisfeitos ou com problemas de motivação simplesmente porque não estamos fazendo o que deveríamos com nossas vidas.

Você tem duas opções para lidar com essa voz:

  1. A primeira é ouvi-la com atenção e mudar de vida.
  2. A segunda é silenciá-la e continuar sobrecarregando-se de trabalho até ficar doente.

Mesmo se você optar (equivocadamente) por seguir no caminho da Síndrome de Burnout, sempre que você estiver a só consigo mesmo, aquela voz vai estar lá, tentando alertar você sobre a vida medíocre que vem levando, até que a doença e a morte se aproximem.

E, com elas, os remorsos de tudo o que poderia ter sido e que não foi.

Encontrando a coragem para mudar

Como fazer então para escapar da Síndrome de Burnout e começar a executar as mudanças que precisam ser feitas?

O primeiro passo é não evitar ficar sozinho. Passe alguns momentos sozinho, sem nenhuma distração ligada (isso inclui TV, rádio, internet, celular etc.). Tenha em mãos lápis e papel, um gravador de voz ou qualquer outra coisa que possa capturar pensamentos que venham a surgir.

A maioria de nós, no fundo, sabe o que nos deixa infelizes. Pode ser o estresse do trabalho, o relacionamento que não dá mais certo, a beleza que foi perdida com o tempo, a saúde precária, a falta de dinheiro. Liste-os, sendo sincero consigo mesmo.

Uma vez que você os tenha em mãos, pode começar a pensar em ações para mudar o que te traz insatisfação e começar a fazer o que você acha que realmente vale a pena. O grande passo aqui será superar o medo, dominá-lo para ele não lhe paralise. Não tente eliminá-lo, pois isso é muito difícil. A coragem é a arte de dominar o medo.

Por onde começar

O que diferencia você das grandes figuras da humanidade? Das pessoas que realmente fazem a diferença?

Sua mente é tão poderosa quanto a deles. Basta ser treinada e você conseguirá não apenas escapar da Síndrome de Burnout, mas conquistar muito do que quer para a sua vida.

É verdade que mudar de emprego ou de profissão não é tarefa fácil, mas isso não significa que é impossível.

Pense grande e não se intimide com as dificuldades, pois elas existem apenas para separar quem realmente está comprometido com alguma coisa daqueles que apenas gostariam de ter aquela coisa.

Algumas dicas para se afastar da Síndrome de Burnout e começar a mudança de vida que você sempre quis:

  • Entenda que tudo o que acontece na sua vida é responsabilidade sua.Tudo. Assuma o papel de protagonista e não de vítima.
  • Sendo você o responsável por tudo, corte a reclamação de sua vida. Reclamar é a pior coisa que você pode fazer por você mesmo. Foque em encontrar soluções em vez de ficar simplesmente apontando problemas.
  • Compreenda de uma vez por todas que a alimentação torna você o que você é. Passe a se alimentar com critério, nutrindo-se corretamente e não apenas enchendo a pança.
  • Coloque na sua cabeça que exercícios físicos não são uma questão de opção e sim de obrigação. É impossível manter-se saudável ao longo dos anos sem praticá-los, então comece hoje mesmo, nem que seja com uma caminhada pelo quarteirão.
  • Aprenda a descansar corretamente. É durante o sono que nosso corpo se recompõe. Tenha noites de sono tranqüilas e sua vida melhorará sensivelmente.
  • Adquira o hábito da leitura. Os livros são a melhor fonte de conhecimento e você pode entrar em contato com as grandes mentes da humanidade simplesmente compreendendo-os.
  • Anote todas as pendências fora de sua cabeça. Nossa mente não é o melhor lugar para deixar nossas pendências memorizadas. Isso gera estresse e confusão mental. Tenha o hábito de anotar suas pendências (projetos, tarefas, delegações, sonhos, metas) em um papel, em um software ou em qualquer lugar físico fora de sua cabeça.
  • Organize suas finanças. Problemas com dinheiro é um dos maiores motivos de infelicidade da humanidade. Muito do estresse do trabalho que leva à Síndrome de Burnout vem do fato de sabermos de que precisamos daquilo para sobreviver. Que outra razão nos levaria a ficar oito horas por dia, cinco dias por semana, fazendo algo de que não gostamos? Aprender a gastar menos do que ganha e a investir a diferença para adquirir independência financeira.
  • Faça uma coisa de cada vez. Tentar resolver tudo ao mesmo tempo só vai deixá-lo frustrado. Da sua lista de problemas e aspirações, escolha uma e comece a trabalhar nela. Quando já estiver caminhando bem, passe para outra. Isso pode ser aplicado em tudo na sua vida. Se você tem dois focos, então não tem nenhum.
  • Saiba o que você quer da vida. Identificar os problemas não basta. Além de saber o que você não quer, você precisa ter em mente o que quer da vida. Trace seu objetivo principal, defina-o em detalhes e corra atrás dos seus sonhos.
  • Faça aos outros aquilo que você gostaria que fizessem a você mesmo.Essa é a regra de ouro para viver bem em sociedade e ser uma pessoa querida pelos demais. Note que não é para se limitar a não fazer aos outros o que gostaria que fizessem a você. É para fazer pelos outros.

Por fim, não deixe nada para amanhã.

Hoje à noite você pode ter um ataque cardíaco, ou comer algo infectado com uma bactéria e morrer. Ou o lugar onde você mora pode ser atingido por um furacão, um tsunami, um terremoto, um ataque terrorista ou ser alvo de bandidos assassinos.

O dia de amanhã não é uma certeza na sua vida, então é bom começar hoje. Sem desculpas, sem mais infelicidade.

Apenas ouça aquela voz que sempre lhe diz a coisa certa a fazer.

Gostaria de mudar sua realidade de vida?

Ter qualidade de vida

Se você realmente está comprometido a mudar, então entre em contato conosco e tenha um futuro com saúde, qualidade de vida e felicidade !

 

MANUELDOLIVEIRAFILHO

POLISHOP FAZ BALANÇO DO ANO DE 2017

A Polishop se consolidou em 2017 como a maior anunciante da TV Brasileira. Foram mais de 8.640 horas de mídia no ar, nos próprios canais da empresa, em emissoras de TV abertas e fechadas.

Foram mais de 2 milhões de pessoas assistindo ao vivo as transmissões da empresa via Facebook.

Abriu 24 lojas exclusivas para o canal de MMN.

As vendas do produto Air Fryer em 2017, equivale a 5x a altura do Everest, a maior montanha do mundo.

Vendeu mais de 20 milhões de energéticos da linha Viva.

Cerca de 400 mil pessoas baixaram o APP da empresa.

A empresa já possui 270 lojas em shopping centers e a meta é chegar a 300 em 2018, dois anos antes da meta quer era 2020. Vale a pena ressaltar que as lojas são próprias pois a Polishop não trabalha com o modelo de Franquia e centros de distribuição nas mãos de lojistas.

Possui cerca de 1.000 produtos exclusivos de diversos segmentos, como:

  • Perfumes
  • Cosméticos
  • Nutracêuticos
  • Higiene Oral
  • Smart Drinks
  • Snacks
  • Moda
  • Utensílios Domésticos
  • Eletroeletrônicos
  • Eletrodomésticos
  • Equipamentos Fitness
  • Entre diversos outros segmentos

A empresa também triplicou a fábrica que possui em Manaus, para aumentar a capacidade de produção dos próprios produtos.

O ano de 2017 foi recorde de faturamento da empresa; recorde de venda de produtos; de bônus pagos a rede e de cadastros no negócio.

Leia Também…

MANUELDOLIVEIRAFILHO

CONHEÇA OS CARROS MAIS CAROS DO MUNDO

A Forbes divulgou a lista dos carros mais caros do mundo de 2017.
Apenas oito destes podem ser vistos no Brasil, desfilando por aí.
Escolha seu carro dos sonhos. Copie a imagem. Coloque em todos os lugares que puder. E trabalhe pra desfilar o seu por aí.

 

Apolo Arrow

Gumpert é a marca alemã que teve uma mudança em sua denominação e passou a ser chamada de Apollo. Para continuar competindo no ramo dos carros de luxo, fabricou o Apollo Arrow, com um valor estimado de 1,1 milhão de dólares.

Possui um motor V8 de 4.0 litros , um turbo duplo que atinge 1.000 cavalos de potência e está habilitado para uso na cidade, embora sua alta velocidade também permita que atue em corridas.

 

Mazzanti Evantra Millecavalli

Uma das características deste super esportivo está escondida em seu nome. “Millecavalli” significa mil cavalos em italiano, o que indica a potência do veículo. Este carro, juntamente com apenas outros 24 exemplares idênticos a ele, é feito de aço, molibdênio e fibra de carbono.

Tendo em conta os materiais que foram utilizados para fazê-lo, a quantidade de horas necessárias para produzi-lo, a empresa fabricante e o pequeno número de unidades, seu valor foi fixado em 1,2 milhão de dólares.

 

Nio EP9

Este carro que foi fabricado na China destaca-se por seu poder de 1360 cavalos e seu preço de 1 milhão e 105 mil euros. É também aquele com o recorde de volta mais rápida no Circuito das Américas em Austin, Texas, com a peculiaridade de que o recorde foi batido sem um motorista.

Foi apresentado em novembro de 2016 em Londres e possui um sistema elétrico. Em maio de 2017, ele fez o famoso circuito de Nurburgring na Alemanha em 6 minutos, 45 segundos e 9 milésimos.

 

Hennessey Venom GT Spyder WRE

Em abril de 2016, o Hennessey Venom GT Spyder WRE enfrentou uma batalha contra o Bugatti pelo recorde de velocidade em uma única noite de produção. Pouco depois, lançou esse modelo conversível que foi o mais rápido do mundo chegando a 427,44 quilômetros por hora.

Por chegar a esta velocidade é considerado um super esportivo. Além disso, à nível estrutural tem reforços no pára-brisa e um santantonio na parte traseira semelhante à das competições. A sua produção foi limitada a 3 unidades. Seu preço? 1,3 milhão de dólares.

 

NextEV Hypercar

O carro em questão foi fabricado pela marca chinesa NextEV que participa da nova categoria de corrida, a fórmula E. Este hipercarro foi lançado para venda em 2017, exclusivamente para o mercado chinês.

Algumas de suas características são que ele acelera de 0 a 100 quilômetros por hora em 2,7 segundos e atinge uma velocidade máxima de 312 quilômetros por hora. O sistema de propulsão que ele tem equivale a 1.340 cavalos de potência por megawatt de energia que produz. Seu custo é de 1,31 milhão de dólares.

 

Maybach Landaulet

É o sedã mais caro do mercado, pelos 1,38 milhão que custa. Apenas ao vê-lo, e sem saber suas capacidades, destaca-se sua classe e luxo. Um teto completamente retrátil na parte traseira do carro é uma das características mais destacadas.

Possui uma geladeira para que os passageiros se sirvam e desfrutem de um conforto incrível. O motor bi-turbo V12 pode acelerar de 0 a 100 quilômetros por hora em 5,2 segundos.

 

Arash AF10 Hybrid

O preço de 1,5 milhão de dólares deste Arash AF10 Hybridse baseia-se nos cinco motores que possui, V8 de 6,2 litros e uma potência de 900 cavalos de força. Além disso, cada roda tem um motor elétrico de 1180 cavalos de potência que serve para superar os 320 quilômetros por hora em sua velocidade máxima.

O super esportivo foi lançado em fevereiro de 2016 no salão do automóvel de Genebra, oito anos após o modelo base Arash AF10.

 

Koenigsegg Agera S

A empresa suíça que tem vários carros com características únicas que também se destacam pelo seu valor no mercado lançou este veículo que ultrapassa mil cavalos de potência. Equipado com um turbo duplo e um motor V8 de 5.0 litros que pode acelerar de 0 a 62 milhas em 2,9 segundos.

Além disso, atinge 188 milhas em menos de 23 segundos. Isso também é verdade, uma vez que pode ser comprado por uma respeitável soma de 1,52 milhão de dólares.

 

Aston Martin One-77

O Aston Martin One-77 é um dos carros mais exclusivos do mundo. Só foi produzido entre 2009 e 2012 em apenas 77 ocasiões, daí o seu nome. A integração que apresenta entre a leveza com fibra de carbono, seu interior de couro e o DNA esportivo da marca britânica levam esse espécime para outro nível. Seu valor é de 1,6 milhão de dólares.

O design radical que lhe dá elegância e detalhes agressivos confere personalidade a este carro. Foi apresentado pela primeira vez na exposição do Salão de Genebra em março de 2009. É muito parecido com um tipo de míssil sobre rodas, uma representação do poder que significa este super esportivo.

 

Zenvo TS1

1,6 milhões de euros em cada unidade da marca dinamarquesa Zenvo Automotive. A primeira vez que foi exposto ao público foi no Salão de Genebra no ano de 2016 e foi designado como o sucessor do super esportivo Zenvo ST1, que custou 1 milhão de euros.

Esta nova versão possui um motor V8 de 5,2 litros com sobrealimentação. Sua potência varia de 650 a 1.000 CV, dependendo do modo de direção escolhido. A maior parte do chassi é de fibra de carbono para diminuir o peso e ganhar aerodinâmica. O “S” na denominação refere-se a Sleipnir, o cavalo montado por Odin na mitologia nórdica e considerado o mais rápido.

 

Koenigsegg Agera R

Novamente, a fabricante sueca está presente com o novo modelo “R” do Agera. O que é notável é que ele disputa palmo a palmo com a Ferrari e o Lamborghini entre os carros mais rápidos do mundo, tendo um nome muito menos reconhecido.

Um motor V8 de 5.0 litros e 1,140 cavalos de potência, um rugido único do motor único, 100 Km/h em 2,8 segundos e uma velocidade máxima de 273 milhas por hora são as qualidades deste carro de 1,6 milhão de dólares.

 

SCG 003S

O Salão de Genebra testemunhou a Scuderia Cameron Glickenhaus (SCG) que apresentou a versão de rua deste carro. Cada unidade deste carro contém 811 cavalos de potência.

O preço do mesmo chega a 1,66 milhão de euros, valor muito alto para o homem comum, ainda que esse preço exasperante seja compreensível quando há apenas 3 que estão circulando pelo planeta.

 

Fenyr Supersport

O preço de 1,67 milhão de euros pago pelos poucos que puderam comprar este modelo de Fenyr, assim chamado por causa do mitológico lobo agressivo, explica-se por sua mecânica de 4,0 V6 de 900 CV. Este veículo pode atingir 400 km/h e acelerar de 0 a 100 km/h em 2,7 segundos.

Apresentado no Salão de Dubai em 2015, o Fenyr Supersport foi criado por Ralph Debbas, ex-participante da marca Aston Martin, que fabricou pouco mais de 40 unidades. O chassi é feito de alumínio, ao contrário do resto da carroceria, que é exclusivamente de fibra de carbono.

 

Lamborghini Centenario

Como se verá ao longo desta lista de carros de luxo, muitos deles nascem da iniciativa de celebração por algum evento. O caso do Lamborghini Centenario é pelos 100 anos de Ferruccio Lamborghini, fundador e fabricante de automóveis e tratores nos anos de 1920.

Este espécime tem um motor V12 de 6,5 litros e 760 CV de potência com um valor de 1,75 milhão de euros. É o modelo mais potente da fábrica italiana, do qual foram produzidas apenas 40 unidades. Além de basear-se no Lamborghini Aventador, ele tem tração nas quatro rodas e uma aceleração de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos. Sua velocidade máxima é superior aos 350 km/h.

 

Koenigsegg One:1

Por 2 milhões de dólares, esta cápsula de velocidade pode ser sua, exceto, é claro, que é uma edição limitada. O One: 1 é baseado no Agera R , um super esportivo do mesmo fabricante sueco que estreou em 2011.

O nome deste carro baseia-se no fato de que seu peso é equivalente aos cavalos de potência que ele contém. Único. 1.340 quilogramas que equivalem a 1.340 cavalos de potência para movê-lo a 273 milhas por hora. Existem apenas seis que estão em funcionamento no mundo. Este é um dos transportes sobre rodas mais rápidos que já foram fabricados. Seu quadro, muito semelhante ao de um Fórmula 1, é feito da famosa fibra de carbono.

 

Ferrari 599XX

Passando agora aos últimos carros mais valorizados no mercado mundial, encontramos o Ferrari 599XX. Existem apenas 29 pessoas que podem desfrutar de conduzir este veículo sendo de sua própria propriedade e, de fato, pessoas muito ricas pelo seu valor de 2 milhões de dólares.

720 cavalos de potência movem este veículo com seu motor V12 de 6,0 litros. O super esportivo acelera de 0 a 100 quilômetros por hora em menos de 2,9 segundos, embora tenha um ponto limitado de 196 milhas por hora.

 

Koenigsegg Regera

A fabricante sueca retorna para aparecer na lista com o Regera. O motor turbo duplo V8 de 5.0-litros e uma bateria de 4,5 kilowatts-hora gera 1.500 cavalos para alcançar seu máximo. Seu peso é mínimo, 3.240 libras e em 2.8 segundos atinge 60 milhas por hora. Este é um carro com propulsão alternativa. Por ser híbrido tem um preço de 2 milhões de dólares.

Os estudos das centrais de Koenigsegg revelaram que essa besta atinge 186 milhas por hora em 10,9 segundos e 248 milhas por hora em 20 segundos. Este modelo levanta uma pergunta: para que ir mais rápido?

 

Koenigsegg CCXR

Antes que o modelo de Trevita chegasse ao mercado, seu valor aumentou significativamente, o último expoente do Koenigsegg CCXR foi o base que custava 2,17 milhões de dólares. Possui um motor de alumínio de 4,8 litros que produz 1018 cavalos de potência.

Os suecos construíram esta beleza do veículo que atinge 62 milhas em 2,9 segundos. O que mais se destaca em seu deslocamento é a aderência ao asfalto, independentemente das condições climáticas.

 

Lamborghini Sesto Elemento

Os Lambos costumam fanatizar o público que consome automobilismo. Não só aqueles que veem corridas, mas a sociedade em geral. Há algo em seu nome que atrai, além de seus modelos sedutores.

O valor de 2,2 milhões é devido à obra-prima feita de uma fibra de carbono especial, em conjunto com o motor V10 de 570 cavalos de potência e aceleração de 0 a 100 quilômetros por hora em 2,6 segundos. Sua velocidade máxima é de 217 milhas.

 

Aston Martin Vulcan

O Vulcan é um dos modelos mais radicais que já saíram das fábricas da marca Aston Martin. A exclusividade fornecida pela empresa britânica com base em Gaydon Warwickshire é por ter feito uma produção limitada a 24 exemplares.

Este super esportivo com motor a gasolina V12 7.0 800 cv tem um custo de 2,3 milhões de euros. Seu peso de 1.360 kg é dividido em vários materiais: fibra de carbono, titânio, alumínio e aço. O típico modelo Aston Martin com uma grelha dianteira de dois metros que está a poucos centímetros do chão também faz parte deste Vulcan.

 

Ferrari F60 América

O custo desse veículo com um centro de gravidade realmente baixo é de 2,5 milhões de dólares. A fabricação deste exemplar foi com o propósito de celebrar os 60 anos da Ferrari nos Estados Unidos. Sua produção não foi em massa, apenas 10 unidades foram distribuídas pelo planeta.

A origem da sua carroceria é a F12Berlinetta. Pelo sentido de sua criação, carrega em seu interior as cores azul, vermelha e branca, da bandeira dos Estados Unidos. O detalhe mais notório está em seus assentos. Em contraste com o seu impressionante exterior, no interior possui um motor V12 de 740 cavalos de potência. Essa potência leva essa preciosidade de 0 a 60 milhas por hora em 3.1 segundos.

 

Bugatti Chiron

O Chiron é a forma evoluída do Bugatti Veyron. No ambiente do automobilismo, colocaram a barra muito alto após o aparecimento do Veyron, mas com o surgimento do Chiron ficaram chocados porque acreditavam que a linhagem sucumbiria no modelo anterior.

Seu valor de 2,5 milhões de dólares se reflete em suas características extremamente desportivas. 1.500 cavalos de potência produzidos por seu motor W16 de 8.0 litros e uma injeção que faz chegar a 60 milhas por hora em 2,5 segundos. Não só tem uma carroceria esportiva, mas também corre como uma. Não é o carro mais rápido do mundo, embora chegue a 261 milhas por hora (420 quilômetros por hora).

 

Ken Okuyuma Kode57

A história de Ken Okuyuma é muito particular. Ele, que nomeou o carro com seu nome, é a pessoa que projetou o design lendário da Ferrari Enzo. Sua decisão de formar sua própria empresa está lhe dando os retornos esperados.

Ele projetou este carro além do Maserati Quattroporte. Com o Kode57 ele se superou ao apresentar este super esportivo. Possui um motor V12, que gera 600 cavalos de potência e custa 2,3 milhões de euros.

 

Icona Vulcano Titanium

A fabricante AIcona, que tem suas raízes em Turim, Itália, disputa com as principais marcas de automóveis para posicionar na lista uma das suas mais recentes criações, o Titanium Vulcan . É um super esportivo que usa titânio, como o próprio nome diz, como o material principal e não a fibra de carbono ou alumínio, como a maioria dos outros carros.

Este é um carro de alto desempenho que usa um motor a gasolina V8 de 6,2 litros e 670 CV de potência. O preço de 2,4 milhões de euros é baixo em comparação com muitos modelos mais caros, mas ele consegue estar entre os mais caros.

 

Bugatti Veyron Grand Sport Vitesse

2,5 milhões de dólares é o preço de mercado deste Bugatti. A montadora francesa projetou este veículo de 1200 cavalos de potência com 16 cilindros e 8 litros. Sua aceleração é de 0 a 62 milhas em 2,6 segundos, enquanto sua velocidade máxima é de 255,5 milhas.

Está catalogado como um “Roadster” e fez parte do crescimento exponencial da marca Bugatti desde o lançamento do Veyron em 2005. Está catalogado como um “Roadster” e faz parte do crescimento exponencial da marca Bugatti desde o lançamento do Veyron em 2005.

 

Pagani Huayra BC

O Huayra BC brilha com seu modelo estético muito impressionante. Suas curvas o tornam muito semelhante a um carro de corrida. Possui um motor V12 de origem AMG,o preparador de carros que modificava carros Mecedes Benz. Este modelo BC, que foi apresentado no Salão de Genebra em 2016, é mais leve e, portanto, atinge maior velocidade. Seu custo atinge 2,6 milhões de dólares.

 

Bugatti Vision Gran Turismo

A forma do design que mostra ao andar o assemelha a um carro de videogame. Este protótipo é semelhante ao Bugatti Veyron feito de fibra de carbono, alumínio e borracha que foi apresentado no salão de Frankfurt em 2015.

O carro foi elaborado com a participação do Grupo Volkswagen entre tantos outros participantes. Poderia superar os 400 quilômetros por hora que a marca buscava para superar o Veyron. Seu valor é de 3 milhões de dólares.

 

Ferrari J50

O design a´presentado pela marca criada anos atrás por Enzo Ferrari foi baseado no modelo 488. Este novo J50 vem com um motor V8 de 3,9 litros e 700 cavalos de potência. Como sempre, o design da Ferrari ganha todas as atenções em quase todos os salões de exposições de automóveis. Apenas 10 unidades foram fabricadas, o que fez chegar seu valor a 3 milhões de dólares.

 

Mercedes-AMG R50

Este veículo foi lançado como uma homenagem aos 50 anos de AMG, o preparador de carro que se juntou à Mercedes em seus inícios. É inspirado por um modelo de Fórmula 1 e pode alcançar os 1.300 CV de potência graças aos três motores que possui, dois elétricos e um de combustão.

A ideia é que o peso, a aerodinâmica e a tecnologia que vem da Fórmula 1 sejam protagonistas deste exemplar. Em outras palavras, é um carro de rua com um motor V6 de competição F1. Além de hiper-singular é hiper-caro, tem um custo de 2,7 milhões de euros.

 

Ferrari Pininfarina Sergio

Este modelo da famosa marca italiana tem um custo de pelo menos 3 milhões de dólares. A partir desta base e se você quiser fazer alguns retoques que o individualizem ainda mais, seu preço pode aumentar consideravelmente. Ainda que o Ferrari Sergio não seja o carro mais caro nesta lista, é um dos mais procurados no mundo.

O preço desse modelo deve-se a que seu número é limitado. Somente seis unidades foram feitas deste carro que é puro estilo. O modelo básico deste carro é uma Ferrari 458 Spider, mas com uma nova carroceria e interior. A diferença com o Spider é que é mais rápido por ser mais leve e por seus 562 cavalos de potência. O curioso sobre esse modelo e o que o torna ainda mais exótico é que o fabricante escolhia os compradores e não o contrário, como costuma acontecer.

 

Bugatti Veyron Mansory Vivere Edição limitada

Este desportivo surgiu no mercado como Messi no ambiente de futebol, maravilhando a todos. Que o Veyron seja a edição da linha Mansory Vivere transforma-o em um dos carros mais rápidos do mundo, e dos mais caros também por seus 3,4 milhões de dólares.

1.200 cavalos de potência é o que gera essa mistura de fibra de carbono em sua maior parte, combinada com luzes LED e aerodinâmica impecável. A cabine e a grade dianteira redesenhadas adicionam um toque extra de personalidade. Por que é um dos mais rápidos? Alcança 254 milhas por hora (409 quilômetros por hora).

 

W Motors Lykan Hypersport

Este modelo talvez seja o mais parecido com o célebre batmóvel do Batman que você poderá ver. Este supercarro desempenhou um papel em um filme. Como não poderia ser de outra forma, apareceu em Fast and Furious 7. A franquia Lykan Hypersport está qualificada para fazer modelos exóticos e criações únicas por encomenda para aqueles que podem pagar, obviamente, como esse que tem um custo de 3,4 milhões de dólares.

Os faróis deste carro têm jóias incrustadas. Outro detalhe que dá personalidade ao Hypersport são as portas que se abrem no modo de tesoura e um interior de filme. Quanto ao seu motor, ele tem 770 cavalos de potência. Em 2,8 segundos ele chega a 62 milhas por hora e sua velocidade máxima é de 240 milhas por hora.

 

McLaren P1 LM

A potência que atinge esse exemplar é de 1.000 CV. É mais leve que o McLaren P1 GTR e tem um preço de venda de 3,3 milhões de euros. Este modelo é um híbrido que é habilitado para transitar nas estradas graças a Lanzante Motrosport que acompanha o nome do mesmo com a sigla LM.

Este McLaren tem uma dupla fuga de competição e no interior tem um volante inspirado na Fórmula 1, o mesmo com o qual Lewis Hamilton foi campeão em 2008. Apenas 24 unidades foram feitas, o que torna sua exclusividade um ponto forte. Seus mil cavalos de potência devem-se ao seu motor V8 biturbo de 3,8 unido à assistência elétrica.

 

Ferrari LaFerrari Aperta

A versão conversível da LaFerrari foi vendida antes de começar sua fabricação. Eles estavam à venda por 3,4 milhões de euros. Este valor será alcançado se você levar em consideração todas as opções extras disponíveis que podem ser adicionadas a este modelo.

A tecnologia híbrida assume esse carro que possui 963 cv de potência neste recurso de cupê. A produção deste protótipo, que possui um teto conversível formado por duas peças de fibra de carbono armazenados sob o capô dianteiro, não excedeu cem unidades no mercado. Ele atinge 350 quilômetros por hora e é o carro mais poderoso que a Ferrari já fez.

 

Aston Martin – Red Bull 001

Este novo exemplar da montadora britânica tenta unir os carros de rua com os carros de corrida. É por isso que a Aston Martin juntou-se à bem-sucedida equipe de Fórmula 1, Red Bull. Ao unir seus conhecimentos nos diferentes campos é que conseguiram dar vida a esse novo design.

O motor dessa fusão de intenções será um propulsor V12 atmosférico, juntamente com a tecnologia do campo das corridas profissionais. Alguns dos detalhes extrapolados para este carro são os sistemas de recuperação de energia, o KERS. Não são mais de 150 unidades produzidas deste carro que custa 3,5 milhões de euros.

 

Aston Martin Valkyrie

A ideia de lançar este carro nasceu de uma fusão de trabalho entre a fabricante de automóveis inglesa Aston Martin e a equipe da Fórmula 1 Red Bull Racing. A proposta, que se adaptou perfeitamente, era implementar um design de carros de corrida em um carro para uso diário. É por isso que se encontram elementos de carros de corrida e de competição mundial superior nele. Como um motor V12 de 6,5 litros que, entre outras coisas, dá-lhe um valor de 3,9 milhões de euros.

 

Lamborghini Veneno

Alguém pagaria 4,5 milhões para comprar um veneno? Este Lambo definitivamente vale a pena. A primeira coisa que se destaca deste modelo incrível são as marcas que simbolizam a bandeira italiana, a origem do seu automóvel. O modelo Veneno não é mais do que a origem do Aventador, mas modificado. Como a Ferrari F60 America, este protótipo foi fabricado para a celebração de 50 anos de Lamborghini.

A carruagem deste espécime é incrivelmente impressionante com curvas surpreendentes na parte frontal. Possui um motor V12 com 740 cavalos de potência que em 2.9 segundos consegue ir de 0 a 60 milhas por hora.

 

Koenigsegg CCXR Trevita

Este expoente é o carro mais rápido que você pode obter hoje neste mundo, mesmo que não pareça deste planeta. O Trevita tem 1.004 cavalos de potência que o leva ao topo pelo motor V8 de 4.8 litros. É simplesmente o carro mais rápido que existe na rua.

O toque que também o torna um dos mais caros é que parte do seu quadro é feita de diamantes. A montadora sueca produziu para este estereótipo um novo acabamento exterior chamado Koenigsegg Propietary Diamond Wave. Seu nome é baseado no fato de que a fibra de carbono a partir da qual este carro é criado é coberta de poeira de diamante.

 

Maybach Exelero

O Exelero tem a especialidade de que é único. Não por causa das características do motor, ou do design ou de qualquer funcionalidade específica que este carro possui, mas realmente há apenas um em todo o planeta.

A empresa alemã apenas montou uma unidade devido ao alto preço de seu desenvolvimento. O produtor multimilionário Bryan “Birdman” Williams, que também é um cantor de hip hop, foi quem comprou esse veículo que não será visto dirigido por outra pessoa. O Maybach Exelero é uma combinação de luxo com características de um carro esportivo. Williams tem uma fortuna de cerca de 150 milhões de dólares e é por isso que pode pagar oito milhões da moeda americana por esse exemplar realmente singular.

 

Rolls-Royce Sweptail personalizado

A empresa britânica fez de sua marca uma das mais importantes no mercado, demonstrando o quão luxuosos são seus carros e a classe que eles destilam. O Rolls-Royce Sweptail foi introduzido na Itália em 2017 e o preço pago de 13 milhões de euros é devido ao fato de ter sido feito sob medida para um fã.

Ele próprio participou da criação do carro, juntamente com o diretor de design da empresa automotiva Giles Taylor. Foi Taylor quem descreveu isso como: “a coisa mais próxima da alta costura do ponto de vista automotivo“.

 

MANUELDOLIVEIRAFILHO

AUSÊNCIA DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA E O ALTO ESTRESSE CAUSADO PELAS DÍVIDAS

O estresse causado pelas dívidas muitas vezes gera impacto tanto na vida profissional como na vida pessoal que pode ser evitado pela prática e conhecimento da educação financeira

Uma pessoa endividada muitas vezes não tem consciência de como a falta de planejamento financeiro e a ausência de uma vida financeira equilibrada poderá influenciar em sua vida.

O primeiro sintoma do excesso de dívida é o alto estresse causado pelas dívidas que, aos poucos, vão se materializando no corpo da pessoa. Segundo pesquisas do Employee Financial Education realizada em dezembro/2011 o alto estresse causado pelas dívidas causa impactos como:   

29% sofreram de ansiedade; 44% relataram fortes dores cabeça; 23% relataram depressão severa; 6% reportaram ataques cardíacos; 27% sofreram problemas digestivos; 51% relataram tensão muscular, como por exemplo, dores lombares.

Nesse contexto, tem-se uma piora do nível da saúde global do empregado, que reflete, por exemplo, no ambiente de trabalho e vida pessoal.

No ambiente de trabalho, um profissional com alto nível de estresse, não consegue se concentrar na execução do seu trabalho e tão pouco relacionar-se de forma cordial com os colegas de trabalho e clientes, gerando assim, o chamado presenteísmo.

Presenteísmo é o nome dado ao profissional que está presente fisicamente no ambiente de trabalho, mas não tem produtividade enquanto absenteísmo é a ausência do empregado no trabalho.

Por outro lado, a somatização das doenças ocasionadas pelo alto estresse causadas por dívida, é responsável pelo absenteísmo do empregado no trabalho e o excessivo gasto com saúde como consultas médica, exames e outros procedimentos necessários decorrentes do estresse.

Na vida pessoal, para o portador do alto índice de estresse por dívidas, muitas vezes, uma simples conversa sobre economizar dinheiro com os seus familiares é o estopim para um desentendimento severo.

Em alguns casos, o grau de endividamento é tão alto que, familiares optam por distanciar-se dos envidados.

Frente a esse cenário, a solução é educar-se financeiramente.

Nas escolas, às crianças, uma gama de conhecimentos é apresentada, porém, raras são as escolas que ensinam como cuidar do dinheiro.

Nesse sentido, erroneamente, muitos, acham que a educação financeira envolve apenas números e a privação das “coisas boas da vida”.

Entretanto, a educação financeira baseia-se em comportamento, ou seja, como as pessoas se comportam em relação ao dinheiro, ou seja, é preciso entender que o dinheiro é um meio de conquista e que uma relação conturbada com ele é o pilar de vários desgastes que prejudicam uma vida saudável.

Se a pessoa opta por uma vida desregrada financeiramente, compras por impulso, consumismo desenfreado, um padrão de vida maior que o seu, logo, estará quebrada financeiramente.

O primeiro passo, para uma vida financeira equilibrada é identificar em qual padrão de vida a pessoa se encaixa e de posse dessa informação, adequar todo o seu consumo.

Note que é adequar o consumo e não se privar dele.

É necessário adotar uma postura de consumo consciente e para isso, antes de adquirir um produto ou serviço, questionar-se:

• Eu realmente preciso desse produto/serviço?
• Estou consumindo porque eu quero ou por que isso vai me dar status?
• Eu consigo adquirir esse produto/serviço à vista ou precisarei me endividar?

Reflita sempre antes de consumir.

Outro ponto importante é descobrir para onde vai o dinheiro, ou seja, por 30 dias recomenda-se anotar todas as despesas, desde o cafezinho até o pagamento do financiamento. De posse desses dados, descobrir-se-á em quais itens há desperdício de dinheiro ou excesso de consumo.

No caso de excesso de consumo, o objetivo não é a privação e sim a diminuição da frequência de consumo da despesa.

Com o orçamento em mãos, o conhecimento e vivência do padrão de vida correto, o caminho para uma vida financeira equilibrada e feliz começará a ser trilhado.

Gostaria de fazer um 2018 diferente, aprendendo fazer o dinheiro trabalhar para você?

Entre em CONTATO  conosco e saiba como.

Leia Também…

MANUELDOLIVEIRAFILHO

FELIZ 2018 !!!

Nós da equipe Missão Empreendedora, desejamos a todos um Feliz 2018 repleto de realizações, saúde, e grandes resultados em sua vida. Pois o mais importante é estar em paz com Deus. Nós estamos nessa planeta para uma missão, todos nós, cada um com seu destino traçado pelo o Mestre do Universo. Essa época devemos fazer uma reflexão e analisar tudo que fizemos no ano que passou, será que demos tudo de nós para termos uma vida próspera, ter uma vida épica? Pense se você poderia dar um pouco mais de sí e para os outros… Nunca perca a humildade, seja positivo, proativo, não dependa de ninguém para realizar seus sonhos, confie em você e em Deus. Não foque somente no dinheiro ou bens materiais, pois se você ajudar as pessoas o dinheiro virá até você por consequência. Quem foca somente no dinheiro nunca chega a lugar nenhum. Divirta-se, viaje, brinque, sonhe e principalmente realize seus sonhos !!! Pois quando a morte chegar só leve seu corpo e não os seus sonhos.

 

FELIZ 2018 !!!

 

MANUELDOLIVEIRAFILHO